FRASES 2002

"Carreras son carreras"
(corridas são corridas)

Juan Manuel Fangio
 

HISTÓRIAS DE PISTAS
E CORRIDAS

"Sou jovem.
Tenho tempo para ganhar depois"

Peter Collins, piloto inglês, explicando porque cedeu o seu carro para Fangio perdendo, assim, a oportunidade de ganhar o título de 57.
Collins faleceu no GP da Alemanha do ano seguinte

"Não fui batido.
Eu perdi. Com um pouco de sorte teria vencido mas Graham Hill
teve azar antes.
É justo que ele
tenha vencido"

Jim Clark, justificando o por quê não se importou em perder o campeonato
de 62 na última corrida
.

 

"Eu largava com 250 litros de
combustível no tanque"

Chris Amon, piloto dos anos 60/70, surpreso em saber que os Fórmula 1
atuais largam com pouco mais de 100 litros de combustível

"Perdi o título para o garoto que
limpava as rodas do meu carro"

Carlos Reutemann, ao perder o campeonato de 81 para Nelson Piquet

"O nervosismo começava no
cozinheiro da equipe"

Gaston Mazzacane, piloto argentino, descrevendo o clima na equipe
Prost no começo da temporada 2001

.


PILOTOS, QUE GENTE...

"Deve ser por isso que meus filhos
são fãs dele"
Jackie Stewart falando sobre Alain Prost, quando o francês quebrou o recorde de vitórias em GP - que, durante 14 anos, pertenceu a Stewart

"Mas aí veio o idiota desse francês de merda e pôs tudo a perder"
Nelson Piquet, reclamando de Alain Prost no GP do México de 87

"Talvez tenha me faltado aquele ímpeto assassino para conquistar a pole"
Damon Hill, no GP da Espanha 93
.

"É errado dizer que
um Fórmula 1 é
fácil de dirigir.
Se ele é fácil de
dirigir é porque
você não está sendo veloz o bastante"

Mika Hakkinen

 

"Não vou mais chorar"
Rubens Barrichello, às vésperas do GP da Austrália de 2002

"Eu faço o que posso, mas não vou entrar na política ou em alguma merda como essa. Não estou interessado nesse tipo de coisa. Definitivamente não"
Juan Pablo Montoya, comentando a situação na Colômbia.

"Não tenho culpa se toda vez que eu tinha a oportunidade de passar alguém esse alguém era Schumacher"
Montoya, 2001

"Filho da puta!"
Juan Pablo Montoya, depois de bater em Michael Schumacher,
no GP do Brasil de 2002

 


"Na F-1, não se diz 'passe, por favor',
e sim 'passe se puder'"

Enrique Bernoldi


"Para a gente, aquilo era
coisa de mariquinha"
Stirling Moss, explicando porque ele e a maioria de seus companheiros de pista não usavam capacetes rígidos nos anos 50

"Nos meus tempos, a guerra era a única atividade que matava mais
que o automobilismo"


"Corrida sem risco é como jogo sem dinheiro ou comida sem sal. Não tem a mesma graça"

"Ela estava vestida"
Moss, desmentido lenda de que seu tempo de volta nos treinos do GP de Mônaco nos anos 50 foram prejudicados por uma garota que despia uma peça de roupa cada vez que o inglês passava por sua janela

"Batida. Nariz. Costas. Pernas. Escoriações. Me fodi!"
Anotação no diário de Moss em 18 de junho de 1960, após bater seu Lotus em Spa


 

COISAS DO SR LAUDA

"Ferrari me paga para guiar, não para
me jogar pela janela"
Niki Lauda, sobre sua decisão de abandonar o GP do Japão de 76 - e a luta
pelo título -, disputado sob tempestade

"Eu disse antes que qualquer macaco poderia pilotar um moderno carro de F-1. Então, se o macaco falou, o macaco faz!"
Justificando o teste que fez com o Jaguar no começo do ano

"A culpa é do De la Rosa"
Explicando porque rodou três vezes em duas voltas ao testar o Jaguar.
De la Rosa lhe teria dado dicas sobre os pontos de frenagem



DIRIGENTES SÃO IGUAIS EM TODO LUGAR

"O que faremos quando você morrer, Bernie?"
Ken Tyrrel, em 92. Ken faleceu no ano passado; Bernie Ecclestone
continua firme no comando da Fórmula 1

"Primeiro:
eu era extremamente ambicioso. Ainda sou"

Ron Dennis, um dos donos da McLaren, explicando seu sucesso na Fórmula 1

 

"Os pilotos verdadeiramente grandes são aqueles que vencem mesmo com carros que não são os melhores"
Idem

"Para mim um bom perdedor é, antes
de tudo, um perdedor"

Idem

"Nós fazemos história. Vocês só
escrevem sobre ela"

Ron, vingando-se dos jornalistas

"Este é o Ron. Eu teria feito a mesma
coisa, se pudesse"

Frank Williams, explicando porque não se zangou com Ron Dennis
quando este lhe "roubou" um importante patrocinador

"A Frank, agrada ver seus pilotos chutando a bunda um do outro"
Patrick Head, explicando a política de tratamento dos pilotos na equipe Williams

 

"Nos anos 60, correr era tão perigoso que os pilotos só planejavam suas vidas até a próxima corrida"
Max Mosley, presidente da FIA

"Eu estou sorrindo. Você deveria me ver quando estou de mau humor"
Bernie Ecclestone a um fotógrafo que pediu para ele relaxar diante das câmeras


"Eu disse a Jochen: se você quiser ganhar o campeonato, você tem mais chances na Lotus do que na Brabham. Mas se você quiser continuar vivo, tem mais chance na Brabham do que na Lotus"
Bernie Ecclestone, sobre seu conselho ao piloto e amigo Jochen Rindt,
campeão mundial de 70, morto ao volante de um Lotus

"Todas estas pessoas são milionárias
graças ao Bernie"

De um observador, apontando para o padock

"Alain é um cara bonzinho demais para ser dono de uma equipe de Fórmula 1"
Keke Rosberg, sobre Alain Prost

"Eu acho que Keke está certo. Mas é difícil - você sabe - virar um bastardo do
dia para a noite"

Alain Prost, revelenado uma fraqueza insuspeitada


A VOZ DO POVO

"Ele costumeiramente voava nas pistas mas de forma igualmente freqüente voava para fora delas"
Um jornalista inglês,
relembrando os primeiros anos de carreira de Clay Regazzoni

 

"Prost adaptou-se à prática do mínimo esforço. Largou mal, gastou dez voltas para ter a passagem facilitada por Damon Hill e se impôs aos demais infelizes que não dispõem de um Williams-Renault. Venceu, não foi brilhante, só isso"
Motoring News, jornal especializado inglês, sobre o desempenho de
Alain Prost no GP da Espanha de 93

"A culpa foi do Herbie Blash"
Galvão Bueno, tentando explicar a mancada de Pelé, que deixou passar os irmãos Schumacher sem lhes dar a bandeirada da vitória no GP do Brasil

 

ELES NOS DETESTAM

"Interlagos é o depósito de lixo dos depósitos de lixo. Mas ninguém quer descartar o GP do Brasil."
The Scrutineer, colunista oculto da revista F1 Racing

 

"Eu odeio o Brasil"
Murray Walker, locutor da TV inglesa, explicando porque não veio ao Brasil em 2001


"Foi tudo
culpa sua"

Pedro Rodríguez, pai do piloto mexicano Ricardo Rodríguez, morto aos 19 anos nas pistas, ao jornalista que descobriu o talento do filho e o levou para correr na Ferrari